Como o Jejum Intermitente entrou na Minha Vida e voltei a viver com mais intensidade e alegria!

Como o Jejum Intermitente entrou na Minha Vida e voltei a viver com mais intensidade e alegria!

Destaque em matéria nos Estados Unidos

A grande maioria  das pessoas, acredita que só deve começar uma dieta quando está acima do peso, ou seja, quando se sentir “gorda”

E esse era o meu caso e mesmo estando acima do peso,  bem acima por sinal, eu não me sentia gorda e nem me via gorda.

Na verdade, eu só enxergava isso quando tirava fotos ou então quando ia em uma loja e nenhuma roupa que eu escolhia servia.

E isso é claro, me deixava com a autoestima no chão e ainda para piorar minha situação, após uma visita ao médico, comecei a tomar medicamentos com certos efeitos indesejáveis:

  • Retenção de líquidos.
  • Aumento do apetite.
  • Alteração hormonal.
  • Alteração do metabolismo das gorduras, resultando na distribuição irregular das gorduras no meu corpo.
  • Diminuição da massa muscular e alterações no intestino e no estômago.

E assim, com 1,62 m de altura eu cheguei aos 89,7 kg.

Mas como disse eu me olhava e não via esse peso todo, o que denunciava eram: as fotos, as roupas nas lojas que nunca entravam e também o espelho, que aliás, eu decidi evitar... Perder peso não! Mas evitar espelho: Ok!

Logo comecei a sentir muitas dores ao caminhar, dores nas costas, dores no joelho e além de tudo, a minha circulação não era das melhores.

E ainda, sentia uma ansiedade cada vez maior com problemas para dormir e o pior dos meus pesadelos a compulsão alimentar.

Sim, a resposta para tudo era comer! E doía ficar sem comer uma coisa absurda!



Muita gordura, vergonha e tristeza no dia a dia

Somando as dores, a medicação e uma frase que um endocrinologista me disse, eu finalmente percebi que estava no fundo do poço…

Quer saber o que o endócrino disse?

Primeiramente ele pediu para me examinar, apenas com as "roupas de baixo" e nessa época isso pra mim era a morte, quando me viu assim, olhou e disse:

“Nossa você está totalmente desproporcional, olha quanta gordura, que horrível!”.

E essa era eu, antes do Jejum Intermitente entrar na minha vida:

Foto da Simei

Nesse dia, em uma mistura de mágoa, tristeza e raiva eu saí chorando mas algo despertou em mim...

Era hora de fazer alguma coisa! Veja o que fiz…

De fato, eu fiz:

  • A dieta da lua
  • Do tipo sanguíneo
  • Do ovo
  • Da sopa
  • Dos shakes
  • Da proteína
  • Das saladas
  • Dos Sucos Detox
  • Do leite

E tudo mais que você puder imaginar… É que claro que, não passou de pura frustração e perda de tempo, porque eu não me sentia bem ou motivada com essas dietas.

Geralmente em duas semanas já estava de volta a minha velha rotina  e ainda atrás de uma solução definitiva para o meu problema.

Além disso, me matriculei em academia, comprei alguns suplementos… E nada acontecia. Desperdiçava minhas economias e a situação só piorava.
Meu peso aumentava, o cansaço ficava mais intenso e estava cada dia mais entrando em depressão por conta de tantos problemas.

Mas o que eu fiz para finalmente emagrecer?

Foi então que, ouvi falar do Jejum Intermitente, exaltado como uma inovação saudável e promovido como uma maneira rápida de perder peso, evitar doenças e ainda aumentar a expectativa de vida.

Algo bom de mais para ser verdade não acha? Entretanto, eu fui pesquisar na internet a respeito e acabei encontrando o Guia Jejum Intermitente da SOS Dietas.

Só que aí eu pensei... Ah mais uma dieta não! Mas quando eu li "NÃO É DIETA"  despertou meu interesse.

Resolvi comprar o Guia Jejum Intermitente e pensei:  Será que vou dar um jeito na minha vida gastando menos de 100 reais? Parece piada!”.

Mas como é realmente barato e ainda possui garantia, arranjei um cartão de crédito, fiz o pagamento e recebi imediatamente em meu e-mail.

Após adquirir o Guia do Jejum Intermitente, fiz a leitura em tempo recorde de todo o material e decidi tentar a primeira vez.

Como boa brasileira que não desiste nunca (rs rs rs), pensei: "Agora vai… Vai dá certo! Então vou começar com 16 horas de jejum e perderei 20kg em um mês!"

E sabe o que eu consegui?

Frustração novamente! Sabe por quê?

Simples, o Jejum Intermitente é um estilo de vida, uma mudança em seu hábito alimentar e não um pó mágico que faz milagres!

Para que ele surta um efeito prático e positivo, não basta apenas passar muitas horas sem comer sem entender sua finalidade.

E não adianta comparar os resultados de outros, cada organismo é único e precisa se adaptar, mas eu fiz isso?

Claro que não! E depois de parar de chorar (literalmente), em vez de desistir fui para a segunda tentativa no jejum intermitente, mas desta vez mais consciente.


Meu corpo, minhas adaptações e o meu tempo!

Voltei a ler novamente o Guia Jejum Intermitente com mais calma e recomecei novamente com um protocolo menor de 10hs, assim consegui perder algumas gramas na semana.

Acha pouco? Aguarde e confie!

Com o passar do tempo foi ficando muito fácil, então passei para 12hs e ainda era fácil... 16hs ainda fácil… 18hs… 20hs e os resultados começaram:

Foto da Simei

Quer saber quanto tempo?

Então vamos lá, nas primeiras duas semanas perdi 4kg e aí desisti e você me pergunta mas por quê?

Porque se você me disser que eu não posso comer, eu vou querer comer!

Logo em seguida, embora tenha perdido 4kg, recuperei 5kg em uma semana devido a imensa compulsão alimentar… Pois é, chorei. 😭

Novamente continuei, ainda mais decidida que não iria fracassar então comecei lentamente e depois acelerei meus resultados perdendo 17,7 kg aproximadamente em dois meses. Mas que alegria! Só que aí travei novamente. 😭

Mas como? Porque?

A ansiedade… Eu lia e relia meu Guia do Jejum Intermitente a "receita do bolo" estava todo lá… No entanto, eu acreditava que poderia ter resultados mais rápidos.

Achava que combinando dietas e exercícios físicos iriam acelerar minha perda de peso e assim alcançar meu objetivo.

Mas não se engane! O nosso corpo precisa de adaptação e o único resultado que obtive foi ganhar 2 kg nesse processo e assim quase enfartei kkk....

Finalmente entendi que qualquer mudança que fizesse, eu precisaria dar tempo ao meu corpo para ele se adaptar.

E você acha que continuei com essas dietas malucas? Não! E com aqueles exercícios? Não! Eu odeio exercícios (brincadeira rs rs).

É claro que houve dias difíceis, mas no dia seguinte eu estava lá firme e forte, logo eu havia perdido aqueles 2kg que havia ganhado não sei pra que!

Naquele momento quando tudo parecia que ia bem, fiquei doente, isso mesmo, uma gripe muito forte.

Contudo, como havia aprendido respeitar meu corpo, diminui as horas de jejum para me recuperar e não perdi uma grama mas também não ganhei .

E após me recuperar da gripe e retornar ao meu jejum intermitente padrão, percebi que a minha ansiedade diminui até sumir, até os meu hormônios se regularizaram (porque antes era um verdadeiro carnaval).

Além disso, sabe aquela compulsão por comer o tempo todo? Acabou! E as vezes preciso até perguntar se comi. Isso porque, comer para mim não é mais um hábito necessário a cada 3 horas.

Você é a Dona da Mudança! Mude sua Visão e sua Vida Muda!

Voltando ao tempo que levei até os meus resultados, embora seja péssima com datas, acredito que comecei entre o final de fevereiro e inicio de março. O que daria 5 meses.

Nesse tempo, passei do manequim 48 para o 40, com algumas variações viu meninas, até porque existem no mercado diversas modelagens e vocês podem ver nas fotos que sou a típica brasileira cheia de curvas kkkkk…

E finalmente de 89,7 kg para 67,9 kg hoje (07/08/2020) e ainda estou em processo de emagrecimento, pois minha meta pessoal é 65 kg nem menos nem mais, simples assim.

Foto da Simei

Durante esse processo pude aprender muito, na maioria das vezes errando e por essa razão, aqui vai algumas dicas valiosas:

  • Escolha uma meta que vai fazer você se sentir bem e não se compare a ninguém, afinal cada organismo tem seu tempo, portanto, não tente acelerar as coisas.
  • Tome muito líquido, não esqueça de beber água, você não imagina como ajuda muito.
  • Use os chás da forma correta sem exageros, afinal a diferença entre o remédio e o veneno está na quantidade esse é um ditado muito verdadeiro.
  • E não se esqueça que o Jejum intermitente não é dieta é estilo de vida.

Ah posso contar mais um segredinho?

Enquanto estava acima do peso, eu fui fazer ensaios fotográficos pra modelo plus size, e isso levantou muito a minha estima que estava lá no chão.

Por isso, para fechar meu depoimento eu gostaria que você primeiro, se olhe no espelho e tome consciência do próprio corpo sem procurar defeitos.

E depois disso, defina a pessoa que você quer ser, aquela toda malhada, aquela cheia de curvas (tipo eu rs… rs…) ou aquela magrinha tipo modelo, mas seja o que for o importante é respeitar quem você já é!

Para finalizar, vou deixar o link do material que foi o divisor de águas para minha trajetória nesse estilo de vida saudável que é o Guia Completo do Jejum Intermitente.

Mas tenha em mente que isso não é uma fórmula mágica! Afinal, nem a melhor estratégia do mundo para perder peso vai ter resultado se Você não estiver comprometida de verdade!

E o principal seja sua maior incentivadora é isso que vai fazer você realmente se transformar!

Portanto, não mais perca tempo. Comece agora seu processo de Mundaça!

Um Super Abraço
Simei Sato

Experimente o Guia Jejum Intermitente


Promoção exclusiva para nossos leitores até o dia

Após o sucesso dessa matéria, o site SOS Dieta com o intuito de contribuir para que as pessoas possam viver melhor. Nos deram de presente um cupom de desconto para nossos leitores.

Você pode adquirir o Guia Jejum Intermitente por um preço inédito e exclusivo! Para aproveitar o desconto, basta clicar no botão abaixo:

Experimente o Guia Jejum Intermitente

Atenção: essa promoção não ficará no ar por muito tempo. A qualquer momento o desconto pode acabar. Aproveite clicando abaixo:

Experimente o Guia Jejum Intermitente

Importante: adquirindo o Guia Jejum Intermitente, você receberá a obra em seu e-mail, logo após a confirmação de pagamento. Seguro, fácil e rápido, você pode ler no celular, computador, tablet e tem a possibilidade de imprimir e deixar guardado em casa.

Comentários
6 comentários
Classificar por
Carla Gonçalves

Depois da gravidez, nunca mais consegui baixar o peso. Testei esse guia e hoje estou bem mais magra!

Luis Alberto

estou precisando, obrigado..

Gabriela Freitas

Cliquei na promoção acima e acabei de comprar o Guia Jejum Intermitente através do cartão, é muito simples e seguro. Já comecei a ler, depois volto para contar os resultados.

Ricardo Silva

Aproveitem, comprem logo, pq eu comprei ontem e já estou sentindo que vou chegar aonde quero!!

Geisa Santana

eu querooooooooooo

Juliano França

parabéns à equipe de reportagem, eu já tinha visto no facebook, mas agora entendi todos os detalhes, sensacional mesmo

Plugin de comentários do Facebook
>
Rolar para cima