Jejum Intermitente e Suplementos » Posso usar ou eles quebram o meu jejum?

imagem: Jejum Intermitente e Suplementos Posso utilizar ou quebram o meu jejum?

Um assunto relacionado ao jejum intermitente (JI) que gera muitas dúvidas é se, de fato, podemos utilizar suplementos ao adotar o Jejum? Ou que apenas com uma boa alimentação teríamos resultados rápidos e expressivos?

Vamos lembrar que, durante sua janela de alimentação, você tem “liberdade” de escolha para se alimentar, por isso, muitos aconselham a realizar a sua atividade física durante este intervalo para alimentação.

Dessa maneira, você poderá tomar qualquer suplemento, sem problema em relação ao seu jejum.

Entretanto, a grande questão: é possível utilizar suplementos durante o período em Jejum?

Primeiramente revendo a proposta clássica do Jejum Intermitente, determina que durante o jejum não se deve comer ou beber nada com exceção de água, café, chás ou infusões — sem açúcar ou calorias — que possam “quebrar” o seu estado de jejum.

Veja a quantidade calórica dessas bebidas (Clique para verificar):

Seguindo esse princípio, você poderia tomar suplementos durante o jejum, desde que estes suplementos não sejam calóricos, proteicos ou com alto índice glicêmico, o que iria anular o jejum e indicar ao seu corpo que você está se alimentando.

– Então posso tomar o suplemento A, B ou C em Jejum? Ou como saber se posso?

Novamente, desde que NÃO possuam calorias, SIM! Tome como base o café ou o chá preto, você pode encontrar esses valores nos rótulos ou embalagens desses suplementos ou então verificar as informações nutricionais de certos alimentos no link: Busca de Alimentos.

Entretanto, o ideal é sempre buscar orientação profissional ao tomar algum suplemento, de modo que, atenda as necessidades sem comprometer sua saúde.

Agora Veja a quantidade calórica de alguns suplementos populares:

  • Proteína whey Concentrada (30g): 122 calorias;
  • Caseína concentrada (30g): 113 calorias;
  • Albumina (30g): 108 calorias;
  • BCAAs (5g): 20 calorias;
  • Glutamina (5g): 20 calorias;
  • Maltodextrina (30g): 120 calorias;
  • Monohidrato de creatina (5g): 20 calorias.

Diante desses valores calóricos, você deveria evitar tomar suplementos de: aminoácidos (ex: BCAAs e Glutamina), proteicos (ex: Proteína Whey ), carboidratos (ex: Maltodextrina) e Creatina. Porque esse tipo de suplemento vai interromper o seu jejum.

Sobre o uso de Creatina, muitos praticantes defendem o uso, por afirma que, as calorias da creatina não se comportam da mesma forma que as calorias da proteína, carboidratos e gordura, já que o seu excesso é simplesmente excretado. E dessa maneira não iria “atrapalhar” o jejum.

Apesar disso, estudos sobre a suplementação de creatina indicam que a ingestão e manipulação dietética da creatina tem efeito sobre a resposta à insulina. O que induziria o seu corpo a “sair” do jejum.

Dessa forma, seria sugerido usar creatina dentro da sua janela alimentar. Inclusive, há estudos demonstrando que consumir creatina no pós-treino é superior ao pré-treino em relação ao desenvolvimento corporal.

LEIA TAMBÉM:  JEJUM INTERMITENTE: O Guia Básico e Completo para Iniciantes 2019

Portanto, se não deseja interferir no seu Jejum intermitente, é recomendável mover o uso de suplementos para o momento das refeições ou alimentação pós-treino imediata após o jejum.

O Protocolo Leangains (16:8) e o Uso de Suplementos

A utilização de suplementos nutricionais é muito popular na busca pela melhora da performance, e de fato, tem sido a estratégia, de várias pessoas, para potencializar os seus resultados e o desenvolvimento físico.

Por esse motivo Martin Berkhan, especialista fitness, escritor e personal trainer, desenvolveu o Método Leangains, conhecido como Protocolo Leangains ou Protocolo 16: 8, um dos mais populares métodos para o jejum intermitente.

O Leangains é especificamente adaptado para o treinamento de condicionamento físico, musculação e definição corporal.

Em comparação com outras dietas baseadas em jejum intermitente, a Estratégia Leangains dá muito mais ênfase à nutrição adequada antes e depois do treino, aonde existem orientações específicas no que diz respeito ao uso de suplementos.

O próprio Martin Berkhan, utiliza e também recomenda a suplementação com BCAAs ou suplementos proteicos como ingestão pré-treino durante o jejum.

O uso de suplemento nutricional não “quebra” o Jejum Intermitente?

Sim! Entretanto, o uso de suplementos é estratégico para dias de treino, principalmente para favorecer o pré-treino, pois durante o treino é gerado catecolaminas que fazem a insulina baixar e com isso continuar tendo os benefícios do Jejum Intermitente.

Pra que usar Suplementos durante o Jejum? Na teoria, o BCAAs usado em jejum como pré-treino auxilia na melhor síntese de proteínas na refeição pós-treino, o que resultaria no ganho de força e desenvolvimento muscular.

Em suma, de acordo com o Leangains, você tem tudo a ganhar com a ingestão de suplementos pouco antes da sessão de treinamento “em jejum”.

Para resumir a ingestão em jejum no Protocolo Leangains:

  • Inicialmente, ingerir 10g de aminoácidos de cadeia ramificada (BCAA) ou 10g de aminoácidos essenciais (EAA) 5-15 minutos antes do treinamento.
  • Uma alternativa seria ingerir 30g de proteína whey 5-15 minutos antes do treino. Isto produzirá quantidades semelhantes de BCAA como o protocolo acima.
  • Em Seguida após o treino “quebrar” o jejum rapidamente para alimentação pós-treino, começando sua janela de alimentação de 8 horas.
  • Preferencialmente, quebre o jejum com uma maior refeição e diminua o conteúdo calórico das refeições ao longo do dia.

Se deseja aprender mais a respeito do Protocolo 16:8 ou Leangains é extremamente indicado O Guia Fique Sarado! O Manual definitivo do jejum Intermitente para lhe auxiliar como fazê-lo.

Banner: Fique Sarado! O Guia definitivo para Jejum Intermitente

→ Conheça o Fique Sarado! baseado no Método 16/8 – CLIQUE AQUI!

Nele você aprende passo a passo como montar a sua dieta com o jejum, como calcular os macronutrientes que precisa ingerir, como ajustar a dieta conforme for evoluindo na academia e como extrair o máximo da estratégia Leangains.

LEIA TAMBÉM:  Realizar Exercício Físico em Jejum ou Alimentado?

 

Jejum intermitente e suplementos x Massa Muscular » É preciso para evitar perda e manter os músculos?

Imagem: Jejum intermitente e suplementos x Massa Muscular » É preciso para evitar perda e manter os músculos?

Se tratando de Jejum intermitente uma das grandes dúvidas a respeito do assunto, é a questão do ganho ou perda de massa muscular e se o uso de suplementos durante o jejum é essencial para a manutenção muscular.

Segundo vários especialistas em nutrição, o jejum intermitente, não causa perda de massa muscular o que é receio para alguns.

Uma das vantagens do jejum é que a queima de gordura ocorre sem a perda da massa muscular, também conhecida como massa magra.

A massa é mantida porque o jejum eleva o hormônio do crescimento e isso previne qualquer queima de músculo.

Agora, se você realmente optar por treinar em jejum, é preciso ficar atento no começo, até seu corpo se adaptar aos treinos.

O uso de suplementos, então, não é obrigatório, mas é uma estratégia valida para alcançar seus objetivos e também otimizar o desempenho de sua academia e prosperar enquanto praticar o jejum.

Uma dica, a fim de maximizar o desempenho do seu exercício, pode ser melhor treinar imediatamente antes de quebrar seu jejum diário.

Isso permitirá que as estratégias a seguir otimizem a recuperação e a síntese de proteínas, além de reabastecer os estoques de energia ao seu corpo.

Cuidados com os Músculos ao praticar o Jejum Intermitente!

Imagem: Cuidados com os Músculos ao praticar o Jejum Intermitente!

Na buscar pelo corpo perfeito ao mesmo tempo que se segue o método do jejum, podemos cometer alguns erros que podem ser prejudiciais à saúde.

Um dos maiores prejudicados são os músculos, que podem ser lesionados com a falta de cuidado. Não adianta ter uma fábrica de suplementos se não tiver atenção com o músculo.

1 — Fazer muito exercícios
Algumas pessoas podem pensar que quanto mais exercícios mais fortes ficarão, mas excesso de exercícios pode causar esgotamento do músculo e causar rompimento das fibras musculares.

2 — Malhar até sentir dor
É comum escutarmos em academia que o exercício só faz efeito quando começa a queimar o músculo. Quando em excesso essa queimação, pode causar o efeito ao contrário e algumas rupturas.

3 — Fazer os exercícios errados
Conheça quais exercícios serão necessários para você. Não precisa achar que deve passar por todos os aparelhos da academia.

Opte pelos que trabalhem várias partes do corpo ao mesmo tempo. Um exercício errado pode lesionar o músculo.

4 — Controle o consumo de proteínas
Ingerir proteínas é essencial para o músculo se regenerar. Lembre-se que ele não é uma fábrica de suplementos e precisa do auxílio da alimentação para ficar tonificado. Consulte um nutricionista para avaliação

5 — Beba água
Ficar se beber água causa a desidratação, o que também é prejudicial para o músculo. Quando for fazer exercícios, sempre beba água nos intervalos para que não perca força.

  • Dariana Alves e Campos Carlos de Sousa disse:

    Oiê! Parabéns pela excelente matéria!
    Estou com uma dúvida: faço 3x na semana musculação e o profissional da saúde me indicou tomar Estima logo após a musculação.
    Mas e nos outros dias em que não faço musculação, devo tb tomar um sachê de Estima, ou tomar somente no dia em que faço musculação?

    • Dieta Intermitente disse:

      Olá Dariana! Sua dúvida iria depender, ainda, de alguns fatores como: o seu objetivo, idade, etc…
      No entanto, se deseja a manutenção e desenvolvimento muscular tomar este suplemento nos dias de atividades, iria ajudar em uma recuperção mais rápida após cada treino. E nos dias sem exercícios uma dieta equilibrada de acordo com a sua meta, é suficiente para fornecer o suporte necessário.
      Sucesso Sempre e uma Boa Saúde Também!

  • Márcia disse:

    Posso tomar glutamina e limão?

    • Dieta Intermitente disse:

      Olá Márcia, procure tomar a Glutamina durante o seu intervalo de alimentação, para não quebrar o seu período em jejum. Sobre o limão, durante o jejum, apenas o sumo ou aquelas rodelinhas de limão com água (não é o suco).

  • elisabete disse:

    Qdo posso tomar o ômega 3,6,9, durante ou após o jejum?

    • Dieta Intermitente disse:

      Olá Elisabete, o convencional seria tomar seus suplementos de ômega durante sua janela de alimentação, assim você não teria a preocupação de quebrar o jejum por ingestão calórica. Entretanto, se a sua dose de ômega não possuir calorias, então não afetaria o seu jejum e você poderá tomar tanto em jejum quanto não. Por exemplo: a dose média recomendada de ômega 3 significa 4 calorias, uma quantidade insignificante à ingestão de calorias, de modo que, não iria interferir em seu jejum intermitente ok!

  • Milva disse:

    Posso tomar colágeno no período de jejum?

    • Dieta Intermitente disse:

      Olá Milva! O colágeno (em pó) teria aproximadamente 3,7 Kcal por gramas, ou seja, ao ultrapassar 1g de colágeno esse valor energético iria influência seu estado em jejum e sinalizar ao seu organismo que você está se alimentando! O ideal seria 0 kcal igual ao café, entretanto você pode usar como referência o “chá preto” para suplementos até no máximo 4kcal.

  • Marcia duarte disse:

    Posso tomar o tribulus terrestre fazendo o jejum intermitente

    • Dieta Intermitente disse:

      Por ter um valor calórico muito baixo: 1 cápsula de 500 mg possui em média 2,5 calorias. Não iria interferir em sua prática do jejum Intermitente, uma vez que, suplementos não calóricos são permitidas durante o jejum.
      Entretanto, o ideal é buscar orientação médica para tomar o suplemento de modo que atenda as suas necessidades específicas e não traga riscos à saúde.

  • Muito boa matéria o jejum intermitente da grandes resultados mas e preciso tomar certos cuidados para que tudo corra bem parabéns pelo conteúdo.

  • >
    Rolar para cima